João Farkas

  • Biografia

    Nasceu e vive em São Paulo.
    Cursou em Nova York ICP (International Center of Photography) e a School of Visual Arts em 1980-81
    E foi correspondente fotográfico para revistas Veja e Isto É.
    Foi Editor de Fotografia da Revista Isto É entre 1981 e 1985.
    Participou de mais de 40 exposições individuais e coletivas nos principais museus brasileiros e em galerias assim como no exterior.
    Seu trabalho faz parte dos acervos do MASP, MAM-SP, MAM-BA, Museu de Arte do Rio, Maison Europeénne de Photographie, Internationa Center of Photography, Tulane University, MAR, Instituto Fiqgueiredo Ferraz, etc. Além de grandes coleções privadas.

  • Bibliografia

    Pantanal:
    Rico em biodiversidade, o Pantanal é uma das maiores planícies inundáveis do planeta, uma região de encontro e transição entre diversos perfis naturais da América do Sul. O regime de inundações pantaneiras determina uma beleza natural monumental e, também, o ritmo de uma heterogênea vida silvestre. Água, terra, vegetação nativa e animais. Minérios, fogo e poeira, plantio e pasto. Tudo isso está no retrato atualíssimo que João Farkas faz do Pantanal. O bioma, que vem sofrendo com a escalada das agressões humanas ao meio ambiente, aparece aqui em toda sua majestade, em imagens panorâmicas que se mesclam a retratos de pantaneiros, árvores e animais.
    Editora Edições Sesc; 1ª edição (22 julho 2020)
    Idioma Português, Inglês
    Capa comum 160 páginasTrancoso:
    O livro Trancoso, João Farkas reúne cerca de 80 fotografias coloridas selecionadas em meio ao acervo de mais de 15 mil imagens produzidas por João Farkas nesta cidade do litoral sul da Bahia ao longo de quase três décadas. Os registros de festas, pescarias, casas, paisagens e, principalmente, dos habitantes de Trancoso indicam não o olhar de um fotógrafo que observa o que lhe é exótico, mas a perspectiva de alguém que conhece o dia a dia dos moradores, seus costumes e particularidades. De fato, Farkas não apenas frequentou a região por vários esses anos, como manteve uma casa em Trancoso, tornando-se amigo dos moradores e sendo aceito como um local, o que lhe possibilitou fotografar livremente o cotidiano da cidade. O livro conta ainda com textos do fotógrafo e jornalista Walter Firmo e do antropólogo e poeta Antonio Risério.
    Editora Cobogó 1ª edição (1 janeiro 2016)
    Idioma Português
    Capa dura 128 páginas

    Caretas de Maragojipe:
    Caretas de Maragojipe é um registro fotográfico que João Farkas realizou do carnaval da cidade de Maragojipe, na Bahia, durante cinco anos. São retratos dos habitantes com suas máscaras e fantasias diante de uma parede que a prefeitura pinta todos os anos de azul, daí o nome ‘série azul’.
    Editora WMF – COEDIÇÃO; 1ª edição (14 dezembro 2018)
    Idioma Português
    Capa dura 166 páginas

    Amazônia Ocupada:
    As mais de duzentas fotografias que compõem a obra Amazônia Ocupada são o resultado do olhar conciso e apurado do fotógrafo João Farkas, que incursionou no interior da Amazônia entre as décadas de 1980 e 1990 para desnudar o lugar comum com que muitas vezes nosso imaginário veste o norte brasileiro. Espaço de conflitos e confluências, a Amazônia é revelada em multifacetas, que vão desde os garimpeiros até os indígenas, missionários, grileiros e migrantes. Com o aparato dos textos de Paulo Herkenhoff, Ricardo Lessa, Lilia Moritz Schwarcz e do próprio Farkas, o livro é um desafiador convite a todos aqueles que queiram redescobrir e desbravar novos velhos mundos.
    Editora Estúdio Madalena; 1ª edição (6 outubro 2015)
    Idioma Português
    Capa comum 235 páginas

  • Coleções públicas e privadas:

    – Biblioteca Latino Americana – Tulane University – New Orleans – USA
    – ICP – International Center of Photographie – NY – USA
    – Maison Europeénne de la Photographie – Paris- França
    – Jorge Perez Collection – Miami
    – Coleção MASP – Pirelli – São Paulo
    – Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto
    – Museu de Arte do Rio – MAR
    – Museu de Arte Moderna da Bahia

  • Exposições Individuais Selecionadas:

    2022 – Biomas – Parque Global Cultural SP
    2018 – Amazonia Ocupada – Tulane University – New Orleans
    2018 – Brazil Land and Soul – Embaixada do Brasil – Londres
    2018 – Caretas de Maragojipe – Galeria Paulo Darze
    2017 – Brazil Land and Soul – Embaixada do Brasil – Londres
    2017 – Trancoso – Galeria Paulo Darzé – Salvador
    2017 – Caretas de Maragojipe – Galeria Marcelo Guarnieri – RJ
    2016 – Amazonia Ocupada – Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto
    2016 – Amazonia Ocupada Galeria Marcelo Guarnieri SP
    2015 – Amazonia Ocupada – SESC SP
    1979 – Horizontes – MASP

    Principais Exposições Coletivas Selecionadas:

    2022 – Brasil-Africa (*) – MAM Bahia
    2021 – O Museu de Lina – MAM Bahia
    2020 – Arte-Pará – Belém
    2020 – Cabeças – MAM Bahia
    2016 – A Cor do Brasil – MAR – Rio
    1980 – Primeira Trienal de Fotografia – MAM – SP
    1979 – 1,2,3,4 – SESC São Paulo

  • Não disponível