Felipe Barbosa

  • Biografia

    Felipe Barbosa
     
    04/01/1978 – Rio de Janeiro

    Duas vertentes opostas, surgidas na arte da primeira metade do século XX, mesclam-se na obra de Felipe Barbosa: o construtivismo e o dadaísmo. Se por um lado ambos voltavam-se contra os princípios acadêmicos da arte clássica e contra o teor artesanal dos processos convencionais da pintura e da escultura, por outro divergiam quanto aos novos passos a serem dados para a sua superação. Para o construtivismo o passado já havia sido suficientemente abalado pelas primeiras vanguardas modernistas. Tratava-se, pois, de construir sobre seus escombros uma nova arte comprometida com o socialismo e, portanto, com a lógica da produção industrial. Mas para o dadaísmo, ao contrário, era necessário avançar na demolição dos repertórios remanescentes da academia que impediam a superação de ideais como a transcendência da arte e a genialidade do artista, por meio de diversos procedimentos como a colagem e a apropriação de objetos produzidos no circuito industrial (o readymade de Duchamp embora lateral ao Dada tornou-se um emblema do método da apropriação como alternativa ao fazer manual). A maior parte dos trabalhos recentes de Felipe, baseia-se na construção (que, conforme sua definição histórica, consiste na montagem da obra a partir de partes previamente fabricadas em função de um projeto geometricamente concebido). No entanto, Felipe não constrói por apreço à pesquisa formal pura (e sem qualquer narrativa), do construtivismo, uma vez que ele não só a relativiza, pelo recurso à irreverente banalidade da apropriação, como minimiza também, inversamente, esta última, ao submetê-la ao rigor da geometria. Os títulos e as fichas técnicas desses trabalhos são cristalinos quanto à sua natureza híbrida: Toblerone (estrutura geométrica feita com 20 caixas de chocolate); Coca-cola ( 5 garrafas de coca-cola com tamanhos diferentes) ou Super Ball (bola 3D feita com gomos de 30 bolas), dentre outros. Trata-se, aqui, de uma geometria de teor empírico. São trabalhos compostos a partir das possibilidades de modulação, inserção e montagem ditadas pela configuração formal dos objetos apropriados pelo artista. Por isso, sua organização geométrica final supõe, sobretudo, a experimentação concreta e não apenas a execução de projetos. Entre alguns emblemas do consumo cotidiano e sua estruturação geométrica, desloca-se o sentido poético de toda a produção recente de Felipe Barbosa. Se seus trabalhos não são formalistas, tampouco se rendem aos encantos e até as facilidades academizantes da apropriação pura e simples.

    Fernando Cocchiarale

    Felipe Barbosa

    4 January 1978 – Rio de Janeiro

    Two opposing schools of thought, arising in the first half of the twentieth century, are combined in the work of Felipe Barbosa: Constructivism and Dadaism. While on the one hand both turned against the academic principles of classical art and against the artisanal content of the conventional processes of painting and sculpture, on the other they differed as to the new steps to be taken to overcome them. For constructivism the past had already been sufficiently shaken by the early Modernist vanguards. It was, therefore, about building on its rubble a new art committed to socialism and, therefore, to the logic of industrial production. But for Dada, on the contrary, it was necessary to move forward in the demolition of the remaining repertoires of the academy that prevented the overcoming of ideals such as the transcendence of art and the genius of the artist, by means of various procedures such as the collage and appropriation of objects produced in the industrial circuit (Duchamp’s readymade, although lateral to the Dada, became an emblem of the method of appropriation as an alternative to manual making). Most of Felipe’s recent works are based on construction (which, according to his historical definition, consists of assembling the work from parts previously manufactured in function of a geometrical design). However, Felipe does not construct from the appreciation of the pure (and without any narrative) formal research of constructivism, since he not only relativizes it, by recourse to the irreverent banality of appropriation, but also conversely minimizes the latter by submitting to the rigor of geometry. The titles and technical specifications of these works are crystal clear as to their hybrid nature: Toblerone (geometric structure made with 20 chocolate boxes); Coca-cola (5 bottles of Coca Cola with different sizes) or Super Ball (3D ball made with buds of 30 balls), among others. This is an empirical geometry. They are works composed from the possibilities of modulation, insertion and assembly dictated by the formal configuration of the objects appropriated by the artist. Therefore, its final geometric organization supposes, above all, the concrete experimentation and not only the execution of projects. Between some emblems of the daily consumption and its geometric structuration, the poetic sense of all the recent production of Felipe Barbosa shifts. If his works are not formalistic, they do not surrender to the charms and even the academic facilities of pure and simple appropriation.

 

Fernando Cocchiarale

  • Bibliografia

    Não disponível

  • CV

    Formação
    – Mestre em Linguagens Visuais – EBA – Universidade Federal do Rio de Janeiro – com a Dissertação: A Experiência da Arte Pública. 2003/2004;
    – Bacharelado em Pintura – Universidade Federal do Rio de Janeiro – 1996/2001;
    – Procedência e Propriedade – curso intensivo de desenho, professor Charles Watson – 1998;
    – Dynamic Encountres e Atelier preparatório  – Escola de Artes visuais do Parque Lage – 1996. 

    Coleções públicas
    – Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna – Rio de Janeiro;
    – Coleção Fundação Patrícia Phelps de Cisneiros;
    – Coleção João Satamini, Museu de Arte Contemporânea de Niterói RJ;
    – Coleção Museu de Arte moderna Aluísio Magalhães MAMAM – Recife PE;
    – Coleção Sesc  Unidade São José dos Campos SP;
    – West Collection – Collegeville, PA – EUA;
    – 21C Museum – Kentucky – EUA;
    – Berezdevin Collection, Espacio 1414 – San Juan – Porto Rico;
    – Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam – la Habana – Cuba.

  • Exposições

    Exposições

    2016
    – Corps & Culture – The Olympic Museum – Lausanne – Suíça;
    – Deuce – Sérgio Gonçalves Galeria – Rio de Janeiro RJ (individual_Solo Show);
    – Gelosia e Geodesia – Galeria do Lago – Museu da República – Rio de Janeiro RJ (individual_Solo Show);
    – Quem Viver Verão – coletiva na Sérgio Gonçalves Galeria – Rio de Janeiro;
    – O Módula e a Era Digital – Galeria KM7 – Friburgo RJ;
    – Ocupa Carambola – Rio de Janeiro RJ;

    2015
    – Outro Jogo – Centro Cultural Paschoal Carlos Magno – Niterói – RJ (individual_Solo Show);
    – Starlite – Arte Marbella – Málaga – Espanha;
    – Pop Stars ! Popular Culture and Contemporary Art – 21C Museum – Durhan – NC – EUA;
    – Intervensões nos Jardins – Museu da República – Rio de Janeiro RJ;
    – Fotografias para Imaginar – Sala Aldo Locatelli – Paço dos Açorianos Porto Alegre  RS;
    –  TRIO – Bienal Internacional de Esculturas do Rio de Janeiro – RJ;
    – Ambiguidades – Atelier da Imagem – Rio de Janeiro RJ;
    – Lúdicos – Galeria Meninos de Luz – Rio de Janeiro RJ;
    – SP Arte – feira de arte de São Paulo (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Docks art Fair  – Feira de Arte de Lyon – França (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Art Lima – Feira de arte de Lima – Perú (stand Galeria TAC RJ);
    – Salão de Arte de São Paulo (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Arte BH – Belo Horizonte MG (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Scope Art fair – Miami EUA  (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Solo art Fair – Basel – Suíça (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ).

    2014
    – Casi Unidad – Blanca Soto Arte – Madri – Espanha (individual_Solo Show);
    – Quadrado Mágico – Sérgio Gonçalves Galeria –  Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – De Casa em Casa  – Galeria Murilo Castro – Belo Horizonte – MG (individual_Solo Show);
    – Historias de la Historia – Fundación Barrié – La Coruña – Espanha;
    – Tatu: futebol, adversidade e cultura da caatinga – MAR – Museu de Arte do Rio – Rio de janeiro;
    – Bola na Rede – Funarte Brasilia – DF;
    – Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas – Programa Arte e Sociedade no Brasil 2 –  MAR – Museu de Arte do Rio – Rio de janeiro;
    – Mostra Carioca – A Impureza Como Mito – Casa das Onze Janelas – Belém – Pará;
    – Mostra Carioca – A Impureza Como Mito – Centro de Artes Dragão do Mar – Fortaleza – CE;
    – A Bola na obra do artista – OCA  Parque do Ibirapuera – São Paulo;
    – A Bola na obra do artista – Cidade das Artes – Rio de janeiro;
    – Arte e Futebol – A Historia da Criação Plástica da Camisa Canarinho – Museu dos Direitos Humanos do Mercosul – Porto Alegre – RS;
    – One Shot – MUBE – Museu Brasileiro de Escultura – São Paulo;
    – Novas Conexões Platonicas – Museu de Arte Contemporanea de Niterói – RJ;
    – Únicos – Galeria Carbono – São Paulo – SP;
    – Mantenha Distancia da Zona de Conforto – Way Design- Rio Design Leblon –  Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – Quem Viver Verão – coletiva na Sérgio Gonçalves Galeria – Rio de Janeiro;
    – Coletiva  – Galeria Murilo Castro – Belo Horizonte – MG;
    – Art Lima – Feira de arte de Lima Perú (stand Galeria TAC RJ);
    – Feira Artigo 2014 – Rio de Janeiro (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Salão de Arte e Antiguidades da Hebraica – São Paulo (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – SP Arte – feira de arte de São Paulo (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ);
    – Pinta – Miami EUA (stand Sérgio Gonçalves Galeria RJ).

    2013
    – Todo Deslocamento é Sempre Circular – Cavalariças – Escola de Artes Visuais do Parque Lage – Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – Campo de las Naciones – Galería Blanca Soto – Madri – Espanha (individual_Solo Show);
    – On the Edge – Cheryl Hazan Gallery – Nova York USA;
    – Mundos Cruzados – Arte e Imaginario Popular – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro;
    – Identidades – Atelier da Imagem – Rio de Janeiro;
    – Poetas no Palácio – Espaço Ernani de Arte e Cultura – Rio de Janeiro;
    – Bola na Rede – Funarte Brasilia;
    – Obra Nome III – Mosteiro de Alcobaça – Galeria de Exposições Temporárias – Alcobaça – Portugal;
    – Play – Museu de Arte Contemporânea Bispo do Rosário – Rio de Janeiro – RJ;
    – Irradiação – MAC nas praças – MAC Niterói – RJ ;
    – Feira Artigo – Rio de Janeiro (stand Caza Contemporânea);
    – Pinta London  – feira de arte latino Americana – Londres UK (stand Galería Blanca Soto).

    2012
    – The Record : Contemporary Art and Vinyl – Miami Art Museum – Miami  USA;
    – Estranha economia – Paço Imperial – Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – Otra Generación – Galería Blanca Soto – Madri – Espanha;
    – Futbol Arte y passion – MARCO – Museo de Arte Contemporaneo de Monterey – Mexico;
    – Espelho Refletido – Centro de Artes Helio Oiticica – Rio de Janeiro;
    – Consuming Cultures – A Global View – 21C Hotel-Museum Kentucky – USA;
    – The Record : Contemporary Art and Vinyl –Henry Art Gallery – Seattle USA;
    – Vestiário  – Museu do Futebol – São Paulo – SP;
    – Pintura Descolada – Carpe Diem Arte e Pesquisa – Lisboa – Portugal (individual_Solo Show);
    – De casa em Casa – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de janeiro RJ (individual_Solo Show);
    – 100 Obras 10 anos – Uma Seleção da Coleção Fundação PLMJ na Fundação Arpad Szenes e Vieira da Silva – Lisboa – Portugal;
    – Bom de Bola – Centro Cultural Banco do Nodeste Souza PB (individual_Solo Show);
    – Reverberação – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de janeiro RJ ;
    – Bom de Bola – Centro Cultural Banco do Nodeste Cariri – Juazeiro do Norte – PB (individual_Solo Show);
    – This is Brazil – 1990-2012 – Kiosko Alfonso y PALEXCO – La Coruña – Espanha;
    – Antes da Despedida – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de janeiro RJ;
    – Palavras Cruzadas – atelier DZ9 – Rio de janeiro RJ;
    – Olhares Obliquos – Galeria Deco – São Paulo SP;
    – Cosmos Contemporaneos – Hiato Espaço de Arte – Juiz de Fora MG;
    – Pop e Popular –  Galeria Carminha Macedo – Nova Lima MG;
    – Panorama Terra – Consulado Geral da Argentina – Rio de janeiro;
    – Buzz – Galeria Nara Roesler – São Paulo SP;
    – Feira Parte – Sao Paulo (stand Cosmocopa Arte Contemporânea);
    – Feira Artigo – Rio de Janeiro (stand Cosmocopa Arte Contemporânea).

    2011
    – The Record : Contemporary Art and Vinyl – ICA – Boston  USA;
    – Va se leer – Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam – la Habana – Cuba;
    – Leitura Dinâmica – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – Matemática Imperfeita – Baró Galeria – São Paulo (individual_Solo Show);
    – 6-6 HYPER-SPACE – West Collection – Collegeville, PA – EUA;
    – Jogos de Guerra – Centro Cultural Caixa Economica – Rio de Janeiro;
    – Acervo Transparente – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de Janeiro;
    – Passante pelo Mundo – Paulo Reis e a Cª – Quase Galeria – Espaço T – Porto – Portugal;
    – Art Ball 2011 – Fundación Torneos y Competencias para la Educación – Buenos Aires – Argentina;
    – CorLaborAção Cosmocopa + Caza  – Caza Arte Contemporânea – Rio de Janeiro;
    – Pincilada – Coletiva de pintura contemporânea  – Baró Galeria – São Paulo SP;
    – A Água e seu Papel – Caza Arte Contemporânea – Rio de Janeiro;
    – Pop Popular – Parque da Ruínas – Rio de Janeiro RJ;
    – Nova Escultura Brasileira – Centro Cultural Caixa Economica – Rio de Janeiro;
    – Coletiva Coleção Cosmocopa – Cosmocopa arte contemporânea – Rio de Janeiro;
    – Casa Coletiva – Caza Arte Contemporânea – Rio de Janeiro;
    – Ostra Aberta – PURO – Universidade Federal Fluninense, Rio das Ostras – RJ;
    – Armory Show – NYC art fair – Nova York (stand Baró Galeria);
    – SP Arte – feira de arte de São Paulo (stand Baró Galeria);
    – Arte BA – feira de arte de Buenos Aires (stand Baró Galeria);
    – Pinta London  – feira de arte latino Americana – Londres UK (stand Baró Galeria);
    – Feira de Arte da Hebraica – São Paulo SP  (stand Baró Galeria);
    – Pinta New York  – feira de arte latino Americana – Nova York USA (stand Baró Galeria);
    – Art Rio – Feira de Arte do Rio de janeiro (stand Baró Galeria).

    2010
    – Matemática Imperfeita – Centro Municipal de Artes Helio Oiticica – Rio de Janeiro (individual_Solo Show);
    – Quartet – Sara Meltzer Gallery – New York;
    – The Record : Contemporary Art and Vinyl – Nasher Museum Duke University – North Caroline USA;
    – Arsenal – Baró Galeria – São Paulo;
    – Jogos de Guerra – Memorial da America Latina São Paulo SP;
    – Novas Aquisições 2007-2010 Coleção Gilberto Chateaubriand – MAM RJ;
    – Weekly Rotation #4 – Sara Meltzer Gallery – New York;
    – Weekly Rotation #5 – Sara Meltzer Gallery – New York;
    – Sala de Jogos Centro Cultural Banco do Nordeste  – Souza CE;
    – Sala de Jogos Centro Cultural Banco do Nordeste  – Fortaleza CE;
    – Libro de Artista – Espacio Alfonsina – Rosário – Argentina;
    – Livro de Artista –  SPA – Recife PE;
    – Microcosmo e Macrocosmo – Cosmocopa Arte Contemporânea Rio de janeiro;
    – Até 2011 – Cosmocopa Arte Contemporânea Rio de janeiro;
    – Futebol Arte – lgc arte contemporanea – Rio de Janeiro RJ;
    – Novas Aquisições 2009 – Museu de Arte Contemporânea de Niterói RJ;
    – Ostra Aberta – PURO – Universidade Federal Fluninense, Rio das Ostras – RJ;
    – PARALELA – A Contemplação do Mundo – Liceu de Artes e Oficio de São Paulo;
    – SP Arte – stands Galeria Casa triangulo SP, Galeria Amparo 60 PE e Galeria Arte em Dobro RJ – São Paulo SP;
    – Pinta – Art fair Londres stand Baró Galeria SP;
    – Arte Ba – feira de Arte de Buenos Aires – Argentina – stand Baró Galeria SP;
    – Pinta – Art fair New York stand Baró Galeria SP.

    2009
    – Nova Arte Nova, Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo;
    – Past Highlights & Acquisitions  21C Museum – Kentucky  EUA;
    – Arquitetura de Engenheiro – Galeria Casa Triangulo São Paulo (individual_Solo Show);
    – Games.nogames Gesellschaft Fur kunst und Gestaltung e.V. – Bonn –  Alemanha;
    – Paisagem Ready Made Galeria do Lago – Museu da República – Rio de Janeiro;
    – Outros Passatempos – SESC Vila Mariana  São Paulo;
    – Poética Textil  Oficina de Cultura Oswald de Andrade – São Paulo;
    – Obra Nome – Cavalariças Parque Lage – Rio de Janeiro;
    – Leilão de Pratos do Museu Lasar Segall – São Paulo;
    – Ecos – Fundiçao de Arte de Rio das Ostras RJ;
    – Linha Organica – Galeria Amparo 60 – Recife PE;
    – Still Painting – Galeria Rhys Mendes – Nova Lima – MG;
    – A Coleção II –  Arte em Dobro Rio de Janeiro RJ;
    – BABE – Bienal Anual de Buzios – RJ;
    – Mostra Estética Solidária – Palácio Marques de Pombal – Lisboa;
    – Art to stop TB – Galeria Candido Mendes – Rio de Janeiro;
    – Miami Basel 09 – Feira de Arte – stand galeria Casa Triangulo SP;
    – MACO – Feria de Arte de Ciudad de Mexico  – stand galeria Casa Triangulo SP;
    – SP Arte – stands Galeria Casa Triangulo SP, Galeria Amparo 60 PE e Galeria Arte em Dobro RJ – São Paulo SP.

    2008
    – The Temporary Nature of Things – Sara Meltzer Gallery – New York (individual_Solo Show);
    – Condomínio -Galeria Arte em Dobro (individual _Solo Show);
    – FUNARTE SP – São Paulo (individual _Solo Show);
    – Outside the Box – Hosfelt Gallery – San Francisco – USA;
    Entre Oceanos – 100 Anos de Aproximação entre Japão e Brasil – Memorial da América Latina –  São Paulo;
    – IKF Latin American Art Auction 2008 Miami EUA;
    – Sessão Criativa Brasil-Japão 2008 – Museu Municipal de Kawasaki – Kawasaki, Japão;
    – Teatre de Sense Galley – Tokio, Japão;
    – Início após 100 anos – Galeria Deco – São Paulo;
    – Nova Arte Nova, Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro;
    – Eko Susak 2008 – Festival Internacional de ecocultura – Ilha de Susak, Croácia;
    – Parangolé: Fragmentos desde los 90 en Brasil, Portugal y España- Museu Pátio Herreriano, Valladoli;
    – Arco Feira de Arte de Madri – Espanha ;  stands Galeria Casa Triangulo SP;
    – SP Arte – stands Galeria Casa triangulo SP, Galeria Amparo 60 PE e Galeria Arte em Dobro RJ – São Paulo SP;
    – Frieze – Feira de Arte de Londres stand Galeria Casa Triangulo SP.

    2007
    – Supermercado – Galeria Casa Triangulo – São Paulo (Individual_Solo Show);
    – Estética Doméstica  – Galeria Filomena Soares – Lisboa – Portugal (Individual_Solo Show);
    – Introductions – Felipe Barbosa and Edgar Orlaineta Sara Meltzer Gallery –New York;
    – La Casa Del Lago – UNAM (Universidad Autônoma de México) – Intervenção Urbana Cidade do México ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Textile Bienale 07 – Lithuânia;
    – Galeria Mario Sequeira , Braga – Portugal;
    – Bienal del Desporto en el Arte –  Gijon – Espanha;
    – Século XX na Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna da Bahia;
    – A imagem do Som da MPB – Paço Imperial Rio de Janeiro – RJ;
    – Outside the Box – Hostfelt Gallery – San Francisco – EUA;
    – Drake Hotel – Toronto – Canadá;
    – Jogos Visuais – Conjunto Caixa Cultural – Rio de Janeiro;
    – Novas Aquisições 2006-2007 Coleção Gilberto Chateaubriand – MAM RJ;
    – Itaú Contemporâneo – Arte no Brasil 1981 – 2006, Itaú Cultural São Paulo – SP;
    – Incisão – Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri – CE;
    – Fração_Fraction – Mostra de vídeos – Projeto Interface , SPA Recife;
    – 3 x D  1864 -2005  Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro;
    – Incisão – Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri – CE;
    – Fração_Fraction – Mostra de vídeos – Projeto Interface , SPA Recife;
    – ARCO Feira de Arte de Madri, stands – Sara Meltzer Gallery NY, Galeria Luis Adelantado Valencia / Miami, Madri Espanha;
    – MACO Feira de Arte – Cidade do México – stand Galeria Luis Adelantado Valencia / Miami;
    – Arte Lisboa,  Portugal – stand Galeria Filomena Soares  Lisboa;
    – Frieze – Feira de Arte de Londres stand Galeria Casa Triangulo SP;
    – SP Arte – stands Galeria Casa triangulo SP, Galeria Luis Adelantado Valencia / Miami e Galeria Arte em Dobro RJ – São Paulo SP;
    – MiamiBasel07 Art Fair –Stand Sara Meltzer Gallery NY–Miami – EUA.

    2006
    – Galeria Arte em Dobro – Rio de Janeiro (Individual_Solo Show);
    – Geometria Descritiva – Galeria Amparo 60 Recife PE (Individual_Solo Show);
    – Human Game -on sport- organized by Fondazione Pitti – Stazione Leopolda – Florença – Itália;
    – The Beautiful Game: Contemporary Art and Football – Brooklyn Institute of Contemporary Art (BICA) and Roebling Hall Gallery –New York– EUA;
    – Centro Cultural de España – Buenos Aires – Argentina  (trabalho em parceria de Rosana Ricalde);
    – Doble Mano – intercambio Cultural Rio /Rosário – Museo de arte Contemporaneo de Rosario MACRO Rosario – Argentina (trabalho em parceria de Rosana Ricalde);
    – Coletiva dos artistas da galeria Amparo 60 –Recife PE;
    – Blemish – Galeria Luis Adelantado Miami – EUA;
    – Troca de Cartões – intervenção urbana realizada em Fortaleza – Centro Cultural Banco do Nordeste (trabalho em parceria de Rosana Ricalde);
    – Arquivo Geral – Centro de Artes Hélio Oiticica – Rio de Janeiro RJ;
    – Reflexus – Allgemeiner Konsumverein Braunschweig – Alemanha (projeto Linha Imaginaria);
    – In(corpo)rações- Espaço Bananeiras Rio de Janeiro RJ;
    – Convocatória – Galeria Luis Adelantado – Valencia Espanha;
    – PARALELA  – São Paulo (trabalho em parceria de Rosana Ricalde);
    – Mano de Dios – Galeria Mirta del Mare , Rotterdam Holanda;
    – Joan Brossa – Entre a poesia e o objeto – MAM Rio de janeiro;
    – Século XX na Coleção Gilberto Chateaubriand – Pinacoteca São Paulo,  Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro- RJ e Museu Oscar Niemayer – Curitiba – PR;
    – Universidarte Sala Especial – Rio de Janeiro;
    – Nanoexposição – Galeria de Artes da UFES Vitória – ES;
    – Futebol- desenho sobre fundo verde – Cento Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro  e SESC –Pinheiros São Paulo SP;
    – A Imagem do Som – Futebol – Copa da Cultura – Haus der Kultur der Welt, – Alemanha;
    – A Imagem do Som – MPB – Paço Imperial Rio de Janeiro RJ;
    – Exposição de Grandes Formatos da coleção Gilberto Chateaubriand Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro -RJ;
    – Mostra de vídeos BR-FR Quando o Carnaval Chegar – Centre Rabelais – Montpellier – França;
    – 10 anos de Linguagens Visuais da UFRJ – Centro de Artes Hélio Oiticica , Rio de Janeiro – RJ;
    – É Hoje – coleção Gilberto Chateaubriand –Santander Cultural Porto Alegre – RS;
    – Intimidades: jogos perigosos – Marilia Razuk Galeria de Arte;
    – Arco – Feira de Arte de Madri –  stand Galeria Casa Triangulo SP – Espanha;
    – SP ARTE 2006 – feira de arte de São Paulo – stands Galeria Casa Triangulo SP  e Galeria Arte em Dobro RJ;
    – Arte BA 2006 – feira de arte de Buenos Aires – stands Galeria Casa Triangulo SP e Galeria Luis Adelantado Miami / Valencia – Argentina.

    2005
    – Galeria Casa Triangulo – São Paulo (individual _ Solo Show);
    – Projeto inSite 05 – Trienal Internacional – Tijuana/San Diego – México / EUA ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Arco – feira de arte de Madri –  Stand Galeria Casa Triangulo SP – Espanha;
    – SP ARTE 2005 – feira de arte de São Paulo – Stand Galeria Casa Triangulo SP;
    – Miami Basel 05 Art Fair –   Stand Galeria Casa Triangulo SP – Miami – EUA;
    – Central de Arte en Guadalajara World Trade Center – Guadalajara – México;
    – “Umas Grafias”  – Galeria Amparo 60 – Recife PE;
    – Coletiva de Desenho – Galeria Leo Bahia  – Belo Horizonte – MG;
    – Arte Brasileira Hoje – coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna – Rio de Janeiro;
    – Projéteis de Arte Contemporânea – Ano do Brasil na França _ Carreau du temple , Paris – França;
    – Mão Dupla – Intercâmbio Rio / Rosário – Escola de Artes Visuais do Parque Lage Rio de Janeiro;
    – Centro Cultural Paschoal Citadino  –  Niterói – RJ;
    – NANO – Atelier Eliane Prolik – Curitiba – PR;
    – Galeria Murilo Castro – Belo Horizonte MG e Feira de arte de Bogotá – Colômbia;
    – “Homo Ludens” Instituto Itaú Cultural – São Paulo;
    – Perambulações – Intercambio Brasil / Holanda – Intervenção Urbana Rotterdan – Holanda ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Amalgames Brésiliens – Muse del L’hôtel Dieu in Mante-la-Jolie – Paris – França;
    – Novas Aquisições – MAMAM – Recife – PE;
    – Circuitos em Vídeo – ACT – ateliê de criação teatral  Curitiba – PR.

    2004
    – Unbound – installations from seven artists fromRio, Londres – UK;
    – Trienal de Poligrafia de San Juan – San Juan – Porto Rico;
    – Miami Basel 04 Art Fair –  Stand Galeria Casa Triangulo SP – Miami – EUA;
    – Bolas – Galeria Laura Marsiaj – Rio de Janeiro ( individual _ Solo Show);
    – Coletiva Casa Triangulo – São Paulo;
    – Espaço Cultural Antônio Bernardo – Rio de Janeiro;
    – Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo – São Paulo (individual _ Solo Show);
    – Tudo é Brasil – Paço Imperial – Rio de Janeiro e Instituto Itaú Cultural – São Paulo;
    – « Objeto como imagem » Galeria Virgilio – São Paulo;
    – Perfil de uma Coleção – coleção Randolfo Rocha – Cemig – MG;
    – Multiplos – Galeria Laura Marsiaj – Rio de Janeiro;
    – Coletiva do Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo – São Paulo;
    – Heterodoxia – Galeria Paulo Darzé – Salvador – Bahia;
    – Coletiva – Galeria Laura Marsiaj – Rio de Janeiro;
    – Posição 2004 – Escola de Artes Visuais do parque Lage – Rio de Janeiro;
    – PARALELA – São Paulo;
    – Mínima Galeria de Arte – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Projéteis de Arte Contemporânea. Galeria FUNARTE- Rio de Janeiro;
    – Museu de Arte Contemporânea de Niterói – Niterói – RJ.

    2003
    – Galeria Sérgio Porto – Mapas – Rio de Janeiro (individual _ Solo Show);
    – Paço Imperial – Quintessência – Rio de Janeiro (individual _ Solo Show);
    – IN ClassificadosEspaço Bananeiras-Rio de Janeiro, SESC-Niterói, Nova Friburgo, Barra Mansa e Petrópolis;
    – MAD-03 Centro Cultural Conde Duque – Madri – Espanha (trabalho em parceria de Rosana Ricalde);
    – Coletiva – Galeria Laura Marsiaj – Rio de Janeiro;
    – Latinidades – SESC São Paulo – Repentes Visuais – unidade 24 de maio – São Paulo;
    – Heteroxia – Museu Metropolitano de Curitiba PR;
    – Heteroxia Edição São Paulo – Memorial da América Latina – São Paulo;
    – Imaginário Periférico – intervenção pública na Estação Central do Brasil – RJ;
    – Experimental – Museu de Arte Contenporânea do Ceará, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Fortaleza – CE;
    – Bandeiras do Brasil – Museu da Republica – Rio de Janeiro;
    – 240 min – Espaço Virtuosi – Niterói  RJ;
    – Galeria do Poste – Niterói  RJ;
    – Galeria da Casa da Cultura da América Latina – Brasília DF;
    – Midias Táticas – Grupo Atocidades Maravilhosas – Casa das Rosas – São Paulo;
    – Arte em Movimento – Galeria BNDES – Rio de Janeiro;
    – Espacios a La Experimentación II,  Muestra Internacional de Cine y Vídeo – Museo de Arte y diseno contemporâneo – Costa Rica.

    2002
    – I Bienal Ceará América– Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Fortaleza CE;
    – Caminhos do Contemporâneo  Paço Imperial – Rio de Janeiro;
    – Poéticas da Atitude: o transitório e o precário – Fundação Joaquim Nabuco – Recife PE;
    – Vertentes da Produção Contemporânea – Instituto Itaú Cultural – São Paulo SP;
    – Mostra RIOARTE Contemporânea – MAM RJ;
    – Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira  –  Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes Belo Horizonte MG;
    – O Desconforto da Forma– Instituto Itaú Cultural Campinas SP;
    – Prêmio de Interferências Urbanas – 4ª Edição – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – 5° Prêmio Revelação de Artes Plásticas de Americana – SP;
    – Livro Objeto da Arte – Galeria Cândido Mendes Ipanema – Rio de Janeiro;
    – Objeto Cotidiano – SESC Copacabana – Rio de Janeiro;
    – Niterói Arte Hoje – Museu de arte Contemporânea de Niterói e Galeria Cândido Mendes – Rio de Janeiro;
    – Açúcar Invertido – FUNARTE – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Espaço Bananeiras – Ocupação Coletiva – Rio de Janeiro;
    – Sobre(A)ssaltos –  Itaú Cultural Belo Horizonte ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho, Castelinho do Flamengo – Rio de janeiro (individual _ Solo Show);
    – Intercâmbio Rio-Paris, Maison des Métallons, Paris/França e Casarão dos Prazeres – Rio de Janeiro.

    2001
    – Grupo Atrocidades Maravilhosas  – 27° Panorama da Arte Brasileira;
    – Vento Contentamento – Centro de Artes UFF – Niterói  (individual _ Solo Show);
    – Exposición Iberoamericana de Pintura, Parque Ferial Juan Carlos I – IFEMA – Madrid/Espanha;
    – Mostra paralela à Exposição Panorama da Arte Brasileira – CINEMAM  – MAM de SP;
    – 10° Salão Municipal de Artes Plásticas de João Pessoa – FUNJOPE – Paraíba;
    – Prêmio Interferências Urbanas – 3ª Edição – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – 4° Prêmio revelação de Artes Plásticas de Americana -SP;
    – Projeto Zona Franca  –  Fundição Progresso – Rio de Janeiro;
    – Rio Trajetórias – Foco 153 – Rio de janeiro;
    – Galeria Maria Martins – Rio de Janeiro;
    – Vitrine Efêmera Atelier DZ9 – “Circuito” – Rio de Janeiro.

    2000
    – Atrocidades Maravilhosas Intervenção coletiva no espaço urbano – Rio de Janeiro;
    – Prêmio TRANSURB de Interferências urbanas – 1ª Edição – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Espaço Cultural  Maria Martins / Universidarte seleção do júri  (individual _ Solo Show);
    – Prêmio Interferências Urbanas – 2ª Edição – Rio de Janeiro ( trabalho em parceria de Rosana Ricalde );
    – Galeria do Poste – Niterói – RJ  (individual _ Solo Show).

    Outras atividades
    – Bolsa do Programa de Intercâmbio – Taller Exposición Iberoamericano – Comunidad de Madrid, Madrid – 2001;
    – Prêmio Estímulo 4º Salão de Artes Plásticas de Americana SP – 2001;
    – Bolsa do CNPQ – Iniciação Científica UFRJ orientação de Carlos Zilio – 2000/2001;
    – Bolsa Ateliê residência na Cite Internacionale des Arts – Paris  pela participação no programa Rumos Visuais Itaú Cultural –  2002;
    – Intercâmbio Paris –Rio ( BelleVille/Santa Teresa) – 2002;
    – Semana de Arte de Londrina, encontro com o artista e Oficina de Intervenções e Ações urbanas – Universidade Estadual de Londrina – PR –  2002;
    – Semana de Arte de Friburgo, palestra sobre arte Pública – SESC Nova Friburgo – RJ – 2002;
    – Bolsa CAPES – mestrado 2003/2004  defendendo a dissertação A experiência da Arte Pública;
    – Co-coordenação do Projeto IN CLASSIFICADOS  – 2003;
    – Oficinas de Arte do SESC-Rio – Oficina de Intervenções e Ações urbanas – Petrópolis – RJ – 2003;
    – SPA – Semana Pernanbucana de Arte, Palestra sobre o projeto Inclassificados e Oficina de intervenção Urbana – Recife – PE 2003;
    – Co-curadoria da exposição Repentes Visuais –Mostra Latinidades SESC-SP, Unidade 24 de Maio, São Paulo – SP – 2003;
    – Membro do corpo editorial da revista Arte&Ensaio ed. UFRJ 2003;
    – Palestra sobre Arte Pública. Escola de Belas Artes – UFRJ 2004;
    – Papo das Sete – palestra sobre o processo de trabalho do artista, Centro de Cultura Dragão do Mar – Fortaleza 2005;
    – Curso de Intervenção Urbanas no Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza  2006;
    – Curso de Intervenção Urbanas no Sesc Tijuca 2007;
    – Curadoria  Velatura Sólida para a Galeria Amarelonegro – Rio de Janeiro 2007;
    – Curadoria  Geraldo Marcolini e Sidney Philocreon para a Galeria Amarelonegro – Rio de Janeiro 2007;
    – Artista Indicado ao Premio Illy – arco Madri 2008;
    – Palestra sobre o processo de trabalho do artista na Fundição de Arte de Rio das Ostras  RJ 2009;
    – Palestra Interferências Urbanas – PURO – UFF – Rio das Ostras RJ 2010;
    – Artista Indicado ao Premio PIPA 2010;
    – Sócio Fundador da galeria Cosmocopa Arte Contemporânea Rio de Janeiro  desde 2010;
    – Membro do júri de Seleção de Artes Visuais para o Edital da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2011;
    – Palestra sobre o processo de trabalho do artista na Escola de Artes Visuais do parque lage – Rio de Janeiro 2012;
    – Editor dos livros – Todos os Nomes da Melancolia, de Leila Danziger, do Livro com quantas Perdras se faz uma Jangado de Rodrigo Oliveira e Memoria Virtual de Geraldo Marcolini todos da coleçao Cosmocopa-Apicuri 2012-2013;
    – Palestra sobre o processo de trabalho do artista na Livraria Martins Fontes paulista – São Paulo 2013;
    – Menbro do Comite de Seleção de Artes Visuais para a Lei de Incentivo Fiscal de Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2013;
    – Cenario e participação no programa Esquenta! da Rede Glodo exibido em 30 de junho de 2013;
    – Design dos kits de viagem da Primeira Classe e Classe Executiva da TAP 2013;
    – Palestra sobre Colagem no projeto Polifonias no MAR – Museu de arte do Rio 2014.

  • Site do Artista

    www.felipebarbosa.com

  • Seleção de Imprensa

    Não disponível