Claudio Edinger

  • Biografia

    Machina mundi Ghisoni

    Localizamos os objetos e os eventos no espaço e no tempo de duas maneiras. Podemos localizá-los em relação a nós mesmos ou relacioná-los entre si, sem referência a um sujeito.

    Quando dizemos que algo é aqui ou ali, que é agora ou mais tarde etc., a determinação é feita em relação ao lugar no espaço e ao momento no tempo no qual nos encontramos.

    Essa modalidade de determinação é chamada de “egocêntrica” (centrada no eu). Podemos também dizer que algo está a uma determinada distância de um determinado objeto, que é simultâneo, posterior ou anterior a um dado evento etc.

    Essa modalidade de determinação é chamada de “alocêntrica” (literalmente: sem centro) e relaciona os objetos entre si, sem referência ao lugar no espaço e no tempo, no qual se encontra o sujeito que enuncia a sentença.

    Ao longo da história, essa distinção contemporânea foi concebida como o contraste entre a perspectiva humana e a perspectiva divina. Os seres humanos estão sempre inseridos no espaço e no tempo, e ordenam suas vidas em relação às posições que ocupam.

    Deus, dada a sua omnipresença, não estaria em um lugar específico, mas em todas as partes (como a esfera infinita do filósofo Pascal, cujo centro se encontra em toda parte).

    O mundo sob a perspectiva de deus (pelo ponto de vista da eternidade) seria alocêntrico (sem centro).

    Claudio Edinger, em suas novas fotos, se eleva sobre os eventos mundanos de nossa vida cotidiana. Essa elevação tem um duplo sentido: o sentido literal da fotografia aérea e o sentido metafórico da ascese.

    Com essa elevação, nas fotos de Claudio, o olho humano se torna o olho divino. Isso gera uma tensão entre a perspectiva humana e a divina – entre o quadro de referência egocêntrico e o alocêntrico. Essa tensão tem profundas consequências fenomenológicas e para a linguagem.

    Do ponto de vista fenomenológico, com essa elevação, as relações que constantemente traçamos entre nós e o mundo são suspensas. O centro da visão se torna visão de “lugar nenhum”. Com isso, suspende-se também a ideia de um corpo no mundo que observa o espaço e o tempo. O corpo do sujeito que contempla dissolve-se na eternidade de um deus sem centro.

    Do ponto de vista da linguagem, essa confluência entre o humano e o divino leva a uma supressão de nossa linguagem egocêntrica. O que ordinariamente chamamos de perto ou longe, pequeno ou grande, rápido ou lento perde o sentido. Não é sem razão que a contemplação do mundo pelo ponto de vista divino da eternidade (sub specie aeterni) é geralmente descrita como a experiência mística do indizível.

    É a experiência deste indizível (no qual o humano e o divino colapsam e o eu dissolve-se em pura contemplação) que Claudio nos dá aos olhos em sua nova exposição.

    Machina Mundi: As engrenagens do mundo

  • Bibliografia

    2020 – “Machina Mundi II” | Vento Leste
    2019 – “História da Fotografia Autoral e a Pintura Moderna” | Editora Ipsis
    2017 – “Machina Mundi” | Bazar do Tempo
    2015 – “O Paradoxo do Olhar” | Editora Madalena
    2012 – “De Bom Jesus a Milagres” | BEI
    2009 – “São Paulo | minha estranha cidade linda” | DBA
    – “Um Swami no Rio” | Romance | Annablume
    2006 – “Flesh and Spirit” | Umbrage
    – “Isso é que é” | DBA
    2003 – “Rio” | DBA
    2001 – “Cityscapes” | DBA
    2000 – “Vitória” | ABooks
    1999 – “Retratos” | DBA | ABooks
    1998 – “São Paulo em construção” | ABooks
    1997 – “Loucura” | DBA | Dewi Lewis
    – “Habana Vieja” | DBA | Stemmle Editions | Dewi Lewis
    1996 – “Carnaval” | DBA | Dewi Lewis
    1987 – “The Making of Ironweed” | Viking Penguin
    1985 – “Venice Beach” | Abbeville Press (NY)
    1983 – “Chelsea Hotel” | Abbeville Press (Nova York)

  • CV

    Fotógrafo profissional com mais de 30 anos de experiência
    Especializado em fotografia documental, fotojornalismo e retratos
    Trabalhou para várias revistas e jornais de renome nacional e internacional
    Realizou exposições individuais e coletivas em galerias e museus no Brasil e no exterior
    Autor de diversos livros de fotografia, incluindo “Rio: Cidade Partida” e “In Brazil”
    Ministrou workshops e palestras sobre fotografia em instituições de ensino e eventos especializados
    Graduação em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo
    Especialização em Fotografia Digital

    Coleções Publicas e Privadas

    AT&T Photo Collection
    Banco Itaú
    Centro Cultural Banco do Brasil
    Equity International Photo Collection
    Higashikawa Photofest (Japão)
    Itau Cultural – São Paulo
    Instituto Figueiredo Ferraz
    LACMA – Los Angeles, CA
    MAC – Museu de Arte Contemporânea – São Paulo
    MAM – Museu de Arte Moderna – São Paulo
    Museu de Arte Contemporânea de Curitiba
    Museu da Imagem e do Som
    Museu Metronòm (Barcelona)
    Pirelli Collection
    Visa Pour L’ Image – Perpignan, França
    Adriana Rondon
    Agnaldo Farias
    Alberto de Carvalho Alves
    Alfredo Setubal
    Aline Almeida Prado Costa
    Ana Paula Pagano
    Andre e Martha De Vivo
    Anna Alvarenga
    Bernardo e Celia Parnes
    Betina Samaia
    Bia e Carlos Betancourt
    Bia Monteiro
    Bianca e Richard Rainer
    Bize e Nerval Ferreira Braga
    Bruno Musatti
    Carla Ferraro
    Carlos e Maria Emilia Carvalhosa
    Carmem de Barros
    Charlô Whately
    Christina Cunali
    Cris Rondon
    Dado e Marina Foz
    Dado Castello Branco
    Daniel Feffer
    Denise Berni e Nercio Fernandes
    Deutsche Bank
    Dr. Eduardo (Dinho) Villaça
    Eder Chiodetto
    Eduardo Saron
    Eleazar de Carvalho Filho
    Elias Landsberger
    Esther Giobbi
    Fabio Pegas
    Fanny Feffer
    Flavia Soares
    Flavio e Bia Bitelman
    Fernando Ullmann
    Geisy Diniz
    Guilherme e Ana Amaral Ferraz
    Helô Monteiro da Silva
    Israel Vainboim
    Ivan Marchetti
    João Farkas
    João Marcos Mendes de Souza
    João Paulo Diniz
    João Rabello
    Joaquim Paiva
    Jorge e Janja Gonçalves
    José Augusto de Santana
    Kiko Parente
    Leonel Kaz
    Ligia Danesi
    Lisa Sander
    Luis Fernando e Maribel T. Neves
    Luiz Camara Lopes Ferreira
    Mai Carvalho e Nelson Biondi
    Maison Europeenne de la Photographie
    Malan Ferreira
    Mariana Almeida Prado Costa
    Marilisa e Duda Lacerda Soares
    Mark Whitley
    Marcel Jung
    Marcelo Cunha
    MAS

    Salões e Residências

    The New School/Parson’s School of Design | professor de 1979 a 1994.
    International Center of Photography | professor de 1992 a 1995.
    The Maine Photographic Workshop | professor em 1991 & 1993.
    New York University | 1985 | palestra.
    School of Visual Arts | 1980, 81, 82 | palestras.
    Drew University | 1990 | palestra.
    Museu de Arte de São Paulo, Brazil | 1988 | palestra.
    Workshop | Jornal “O Globo”.
    Workshop | Editora Abril.
    Workshop | Paraty em Foco | 2006, 07, 08, 09, 10, 11, 12.
    Workshop | Diversidade | Fortaleza | 2010.
    Workshop | Foto Porto Alegre | 2009.
    Workshop | Tiradentes Foto em Pauta | 2011, 12.
    Workshop e Palestra | Canela Foto Workshops | 2013.
    Curso “História da Fotografia Contemporânea” | CASA DO SABER | 2013.
    Curso | “Fotografia e Impressionismo” | CASA DO SABER | 2013.

    Prêmios

    2012 – Prêmio Marc Ferrez | Santa Catarina
    2011 – Hasselblad Award | Downtown Los Angeles
    2011 – Prêmio Porto Seguro | Sertão da Bahia
    2007 – Melhor Livro do Ano/Year’s Best Photobook | Revista Clix | “São Paulo”
    2007 – Prêmio Porto Seguro | “São Paulo”
    1999 – Prêmio J.P. Morgan | “Loucura” | “Madness”
    1999 – Higashikawa Award (Japão) | Melhor Fotógrafo Estrangeiro do Ano/Foreign Photographer of the Year | “Carnaval”
    1996 – Prêmio Pictures of The Year | Melhor Foto em uma Revista | Newsweek
    1997 – Bolsa/Scholarship Japan Foundation | “Hong Kong”
    1993 – Bolsa/Scholarship Vitae | “Carnaval”
    1990 – Ernst Haas Award from The Maine Photographic Workshop | “Loucura” | “Madness”
    1989 – LIFE Magazine Award as a finalist of W. Gene Smith Grant | “Loucura” | “Madness”
    1985 – Prêmio Leica de Excelência/Leica Medal of Excellence | “Venice Beach”
    1983 – Prêmio Leica de Excelência/Leica Medal of Excellence | “Chelsea Hotel”

  • Exposições Individuais Selecionadas

    2019 – Galeria Carbono | Machina Mundi Toscana
    – Galeria Lume (São Paulo) | Machina Mundi New York
    2017 – Galeria Barbado | Lisboa | “Machina Mundi”
    2016 – Le Magazyn | Los Angeles | “Venice Beach”
    – Galeria Lume | São Paulo | “Machina Mundi”
    2015 – Galeria Pinakotheke | Rio de Janeiro | “Aeromodelismo RJ”
    – MUBE | São Paulo | “O Paradoxo do Olhar”
    2014 – Galeria Garzon | Punta Del Este | “O Paradoxo do Olhar”
    2013 – La Quatriemme Image | Paris | “O Sertão da Bahia”
    – Estudio Madalena CEI | “São Paulo ”
    2012 – Museu da Imagem e do Som (São Paulo) | “Sertão da Bahia”
    2010 – Arterix (São Paulo) | “Sertão da Bahia”
    – 1500 Gallery (New York) | “São Paulo”
    2009 – Espaço de Arte Trio (São Paulo) | “Paris”
    – SP Arte Foto | Galeria Arte 57 | “Paris”
    2008 – Galeria Arte 57 (São Paulo) | “São Paulo”

    Exposições Coletivas Selecionadas

    2019 – Galeria Murilo de Castro (Belo Horizonte) | Machina Mundi Nova York
    2018 – Galeria Arte 57 (São Paulo) | Machina Mundi New York
    2017 – Musee de L’Homme | Paris | “Sertão da Bahia”
    2016 – Museu Olimpico de Lausanne | Switzerland | “Rio de Janeiro”
    2015 – SP Arte | Galeria Lume | “Aeromodelismo”
    – SP Foto | Arte 57 | “Aeromodelismo”
    – SP Foto | Galeria Lume | “Rio de Janeiro”
    – ArtRio | Galeria Arte 57 | “Aeromodelismo”
    2014 – Museu Oscar Niemeyer | Curitiba | “O Sertão da Bahia”
    – SP Foto | Arte 57 | “Rio de Janeiro”
    – SP Foto | Pequena Galeria | “Sertão da Bahia “
    – ArtRio | Arte 57 | “Rio de Janeiro”
    2013 – ArtRio | Arte 57 | “Rio de Janeiro”
    – ArtRio | Pequena Galeria | “Sertão da Bahia”
    – SP Arte | Galeria Arte 57 | “Veneza”
    – SP Arte | Galeria Lume | “Sertão da Bahia”
    – SP Arte | Pequena Galeria | “Sertão da Bahia”
    – SP Arte | Fotospot | “New York”
    2012 – ArtRio | Pequena

  • Site do Artista

    Instagram: @claudioedinger

    Site: www.claudioedinger.com

  • Seleção de Imprensa

    2013 – Casa Claudia Luxo;
    – The New York Times;
    – Foto & Vídeo Rússia;
    – Gente;
    2012 – Digital Photographer;
    – Casa Claudia Luxo;
    – National Geigraphic;
    – Joyce Pascowitch;
    – Veja;
    – Personnalité;
    2011 – Daslu;
    2010 – Time Out São Paulo;
    – Modo de Vida, Joyce Pascowitch;
    – Poder, Joyce Pascowitch;